Mantenha a integridade da suspensão de ar

A suspensão a ar existe há muito tempo e surgiu nos Estados Unidos entre os anos 1920 e 1940, quando se buscava alternativas para proporcionar estabilidade aos carros de competição na época.

A criação deu tão certo que foram criadas várias aplicações para o produto, que passou a ser comercializado em todo mundo. Peça fundamental em um veículo, ela tem como finalidade absorver todas as estabilidades do solo e dar uma sensação de suavidade enquanto se dirige.

Basicamente, as suspensões a ar são “bolsas” de material elastômero, normalmente borracha sintética trefilada ou poliuretano, inseridas em conjunto ou substituindo a suspensão mecânica original de um veículo. São apresentadas em diversos formatos, tamanhos e capacidades de carga.

Para garantir segurança e bom funcionamento do veículo é extremante importante a realização de manutenções preventivas em diversas peças do veículo.

As molas devem ser revisadas e substituídas periodicamente, uma vez que o sistema de suspensão absorve as irregularidades do solo. Se houver algum problema nesses componentes pode favorecer a instabilidade na hora de dirigir.

Fique atento também a troca dos amortecedores, que deve ocorrer a cada 40 mil quilômetros rodados. Lembrando que as molas também devem ser substituídas quando ocorrer a troca dos amortecedores.

Certifique-se que a bandeja/braço oscilante esteja em perfeito estado de conservação, pois ela é responsável por auxiliar o chassi e a coluna de sustentação.

Atenção à barra estabilizadora e ao pino esférico, pois eles cumprem o papel de proporcionar estabilidade aos veículos durante curvas e aceleradas. Além disso, elas são responsáveis também pelo peso do carro na horizontal, o conduzindo para um dos lados do carro durante a curva.

Se observar algum ruído no pino esférico ou instabilidade e ruídos na barra estabilizadora, procure seu mecânico de confiança e faça a troca das peças urgente.

Além desses cuidados, outras práticas também podem manter a integridade da suspensão de ar como evitar peso excessivo, distribuir o peso das bagagens corretamente, diminuir a velocidade em terrenos irregulares e manter o limite de 10 centímetros, se for rebaixar o carro.

Lembrando que todas as peças utilizadas na instalação da suspensão a ar possuem garantia de fábrica em média de 3 meses a um ano. Contudo, a garantia do produto é condicionada ao bom e correto uso da suspensão.

Por isso, aproveite seu investimento e faça a manutenção regular e adequada do seu sistema de suspensão a ar.

Acesse o nosso site e fique por dentro das novidades!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *