GNV: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE INSTALAR O KIT GÁS NO CARRO

GNV: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE INSTALAR O KIT GÁS NO CARRO

Confira os prós e os contras da instalação do kit gás no seu automóvel

 

Pensando em instalar um kit de gás natural no carro para reduzir o gasto com consumo de combustível? Antes de realizar a conversão, confira nossas dicas e informações sobre o serviço que costuma ser mais vantajoso para quem roda bastante com o automóvel.

 

A primeira dica para quem pensa em fazer a instalação do kit do gás em qualquer estado do país é buscar uma oficina homologada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). A relação de estabelecimentos está disponível no site do órgão.

Quanto custa
 

O serviço leva um 2 a 3 dias e custa, em média, R$ 4000,00. O preço é referente ao kit Geração 5, considerado o mais moderno.

Economia de combustível

De acordo com levantamento feito em fevereiro deste ano pela Associação Brasileira das Empresas de Gás Canalizado (Abegás), a economia com uso do GNV em comparação à gasolina varia entre 43% e 58% (de acordo com o preço na bomba, e de 44% a 66% em comparação ao etanol.

O custo médio do quilômetro rodado com GNV em São Paulo, segundo a Comgás, é de R$ 0,17, enquanto com gasolina pode chegar a R$ 0,36 e com etanol, R$ 0,39. Significa que, com R$ 30, o motorista roda 177 km com gás natural veicular, 84 km com gasolina e 77 km com etanol.

 (Foto: Reprodução)
Perda de potência

Ainda há perda de potência nos carros com o GNV, mas com os avanços tecnológicos do kit Geração 5, disponíveis desde 2010, a perda de potência foi reduzida em torno de 10% (considerando o equipamento anterior, Geração 3), ou seja, hoje a potência fica 3% menor.

Uso do porta-malas

A perda de espaço para bagagem por conta da instalação do cilindro continua sendo um problema, mesmo com a diversidade de tamanhos de equipamentos oferecida atualmente.Em alguns veículos, como o Renault Duster e a Chevrolet Spin, essa questão foi resolvida com a instalação do kit na parte externa do veículo.

Perda da garantia

Mesmo sendo certificada pelo Inmetro quando feita nas oficinas autorizadas, a conversão para GNV faz com que o veículo perca a garantia dada pela montadora. 

Combustível menos poluente

O GNV polui menos do que os combustíveis líquidos. Ele registra emissão de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera em média 20% mais baixa na comparação com a gasolina e 15% inferior se comparado ao etanol.

Onde abastecer

Vale lembrar que o gás natural veicular não é encontrado em todos os postos. A Comgás tem uma rede de 271 locais com a opção do GNV em sua área de concessão (Grande São Paulo, Campinas e região, Vale do Paraíba e Baixada Santista).

por DANIELA SARAGIOTTO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *