Chefe da McLaren admite chance de romper com a Honda

Resultados ruins fizeram McLaren perder patrocínios – Foto: Jose Jordan/AFP
 Sem conseguir encontrar resultados consistentes na temporada da Fórmula 1, a McLaren já começa a rever sua relação com a Honda, responsável pelos motores de seu veículo na categoria. Quem admite que a parceria com a empresa japonesa já não tem sido vantajosa é o diretor executivo da escuderia britânica, Zak Brown.

Segundo Brown, o prejuízo de ter o vínculo com a Honda vai além do âmbito competitivo, mas afeta também os negócios, já que os maus resultados da McLaren dentro das pistas estão afastando potencial patrocinadores para a equipe.

“Perdemos sócios e patrocinadores que foram para outras equipes. Isso foi algo que aumentou nos últimos anos. Então quando há esse agravante, começa a não compensar a relação contratual com a Honda”, contou o diretor.

Brown ainda esclareceu que a perda de patrocínios para outras escuderias dentro da própria Fórmula 1 é a prova de que o problema que causa o prejuízo parte do próprio momento atual vivido pela McLaren.

“Você pode ter dois tipos diferentes de perda de patrocínio, há aqueles que saem do esporte, e você não sabe se foi por você, pelo esporte ou pelas circunstâncias. Mas quando alguém deixa uma equipe e vai para outra, significa que eles estão felizes com o esportes, mas não estão felizes com seu time”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *